Análise de Ar em Ambiente Climatizado Artificialmente

Nos últimos anos a comunidade cientifica tem encontrado evidências que a qualidade do ar de interiores pode ser pior do que a do ar externo. Essa qualidade está diretamente ligada a poluentes emitidos por diversos fatores, ventilação inadequada e falta de manutenção dos equipamentos e analise de ar. A exposição prolongada em ambientes com ar poluído pode trazer diversos riscos à saúde, principalmente em crianças e pessoas com problemas respiratórios e cardiovasculares.

Análise de ar climatizado

No Brasil a Re 09 de 16 de janeiro de 2003 é quem determina o padrão de referência de Qualidade do Ar de Interior em ambientes climatizado de uso público e coletivo. Essa resolução é complementar a Portaria GM/MS n.º 3.523/98, de 28 de agosto de 1998 que determina os procedimentos de avaliação, limpeza e manutenção dos sistemas de ar condicionado e que juntamente com a RE 09 pode subsidiar as decisões do responsável técnico pela operação do sistema.

Estas legislações têm força de lei e devem ser cumpridas pelos responsáveis pelos sistemas de climatização com capacidade superior a 5,0 TRs (60.000 BTU/h), conforme abrangência das mesmas.

Minha empresa é obrigada a realizar Análise de Ar?

A Re 09 aplica-se a aos ambientes climatizados de uso público e coletivo já existentes e aqueles a serem instalados. Ela complementa a PORTARIA Nº 3.523, DE 28 DE AGOSTO DE 1998 que estabelece os critérios para manutenção de sistemas climatizados. Para empresas que operam com capacidade de climatização acima de 60.000 BTUs é necessário a criação do Plano de Manutenção Operação e Controle (PMOC), mantendo um responsável técnico para realização deste controle e deverá solicitar a análise da qualidade do ar climatizado semestralmente.

Segundo informações Coordenação de Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal Saúde de São Paulo (COVISA), mesmo as empresas que não possuem a soma de 60 mil BTUs de carga térmica de seus aparelhos, também deverão realizar o controle da qualidade do ar climatizado, evitando assim problemas relacionados a saúde que a falta de manutenção dos aparelhos e a troca de ar pode oferecer a seus ocupantes.

Para ambientes específicos que necessitem de filtros especiais tais como processos produtivos, instalações hospitalares e outros, deve-se atender a normas específicas.

Quais os parâmetros no ar são avaliados para determinar sua qualidade?

São avaliados:

1- Pesquisa e contagem de fungos  – Atentando que é inaceitável a presença de fungos patogênicos e toxigênicos

2- Dióxido de carbono – Para avaliar se o sistema é capaz de realizar a renovação do ar.

3- Determinação de temperatura, umidade e velocidade do ar – Assegurando o conforto térmico dos ocupantes.

4- Aerodispersóides totais – Poeira total

Qual é o número de amostras necessária para Análise de Ar Climatizado segundo a legislação vigente?

O número de amostras segundo a Resolução RE 09 é definida com base na área climatizada construída conforme tabela abaixo:

Área climatizada construída em m2Número de amostras necessária
Até 1.0001
1.000 a 2.0003
2.000 a 3.0005
3.000 a 5.0008
5.000 a 10.00012
10.000 a 15.00015
15.000 a 20.00018
20.000 a 30.00021
Acima de 30.00025

Com qual periodicidade deve-se realizar o serviço?

A resolução determina que a análise da qualidade do ar seja realizada semestralmente e recomenda-se divulgar aos ocupantes do ambiente climatizado, os procedimentos e resultados das atividades de análise de ar. Nosso serviço de análise de ar climatizado está incluso o certificado de avaliação com validade de seis meses que poderá ser divulgado a seus colaboradores na fixação em murais.

Entenda de quem é a responsabilidade técnica pela Análise de Ar

Apesar de a resolução RE 09 especificar no seu penúltimo parágrafo que a responsabilidade técnica para exercer as atividades de análise de ar deve ser de um profissional de nível superior com habilitação na área de química e biologia, algumas empresas estão comercializando estes relatórios sem a assinatura dos dois responsáveis técnicos. Nessas condições a análise de ar poderá ser invalidada segundo informações da Vigilância em Saúde do Trabalhador da COVISA.  Leia aqui a matéria completa que saiu na edição n. 318 da revista ABRAVA (Associação Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Ventilação e Aquecimento.) que esclarece o assunto.

Onde encontro mais assuntos sobre Análise de Ar Climatizado?

Entre em contato e esclareça suas dúvidas.

Acesse nosso blog na categoria qualidade do ar para mais outras  informações sobre o assunto. Você poderá encontrar  conteúdo em Inglês acessando a página do United States Environmental Protection Agency sobre qualidade do ar

Entre em contato e solicite um orçamento!