Limpeza de Dutos de Ar condicionado – Quando realizar?

O uso do ar climatizado é muito utilizado no ambiente empresarial, principalmente vindo através de dutos de ar. O seu uso traz condições específicas de conforto aos colaboradores, mas a falta de limpeza pode comprometer a saúde dos ocupantes.

Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), em 2016 as doenças respiratórias estavam entre as 10 principais causas de morte global. Este tipo de doença está ligado diretamente com a má qualidade do ar.

Assim como todos os outros sistemas de climatização, os dutos de ar devem estar em condições adequadas de limpeza, manutenção, operação e controle de acordo com a legislação.

A seguir, você entenderá um pouco mais sobre as leis que regulamentam a limpeza do ar e as normas utilizadas.

Dutos de Ar e a Legislação vigente

PORTARIA Nº 3.523, DE 28 DE AGOSTO DE 1998 determina as medidas básicas referente aos procedimentos de avaliação e limpeza de sistemas de climatização assim como a exigência da elaboração do Plano de Manutenção, Operação e Controle (PMOC) para ambientes climatizados com capacidade térmica acima de 5 TR (15.000 kcal/h = 60.000 BTU/H).

Portanto, como os dutos de ar fazem parte dos sistemas de climatização, eles devem ser limpos periodicamente para manter a boa qualidade do ar climatizado.

Esta frequência da limpeza é definida pelo responsável técnico. Porém, em algumas cidades do país como Rio de Janeiro, Natal e Santos existem leis municipais determinando a limpeza anual dos dutos.

A obrigatoriedade também é determinada pela nova lei Nº 13.589, DE 4 DE JANEIRO DE 2018,  que reforça a implantação do PMOC em edifícios de uso público e coletivo, assim como a adoção das normas da ABNT para garantir a boa qualidade do ar interior.

Limpeza de Dutos de Ar e as normas da ABNT

A NBR 14679 e 15848 da ABNT são as normas que estabelecem as diretrizes para a execução de serviços de higienização e avaliação da limpeza.

Segundo a NBR 15848, a necessidade de limpeza deve ocorrer sempre que for encontrado um ou mais casos citados abaixo:

  • mofo dentro dos dutos;
  • material fibroso mofado ou úmido;
  • evidências de contaminação por vermina (vestígios de roedores ou insetos como barata e cupim, que são destrutivos e danosos à saúde);
  • disseminação de material particulado proveniente dos dutos de ar para o ambiente interior de forma visível e sem o auxílio de equipamentos;
  • quando os dutos estiverem com evidência de concentração maior ou igual a 7,5 g/m2 de material particulado (serviço realizado pela LBN Análises).

Havendo a necessidade de limpeza dos dutos de ar, esta deve ser executada de acordo com a ABNT NBR 14679.

Evite Gastos Desnecessários

A limpeza de dutos é um serviço que demanda um planejamento das atividades da empresa e possui custos elevados para sua execução.

Caso sua cidade não possua leis que obriguem a limpeza dos dutos de ar em períodos definidos, você poderá realizar a limpeza dos dutos caso algumas das condições definidas acima pela NBR 15848 seja encontrada.

Para evitar gastos desnecessários com a a limpeza de dutos de ar você pode contratar a LBN Análises para realizar a avaliação do material particulado nos dutos de ar, e caso esta concentração seja superior a 7,5 g/m2 fica a recomendação da limpeza.

Como você viu, a manutenção e a limpeza visam não somente a conservação e a eficiência do aparelho, mas também garantem os padrões higiênicos. No ambiente empresarial pode diminuir os riscos de doenças respiratórias, ausências por motivos de doenças e até mesmo riscos de processos trabalhistas.

Entre em contato e solicite um orçamento.

Postagens Similares:

Limpeza do Ar Condicionado: 5 Motivos Para Realizá-la

PMOC ANVISA: Exigências para ambientes climatizados

Síndrome do edifício doente e a qualidade do ar climatizado

O que é o PMOC? | Entenda quando é necessário solicitar este serviço

Qualidade do ar climatizado e 6 benefícios ao mantê-la

Compartilhe esta notícia!

Deixe seu comentário

Your email address will not be published.