Como é feita a análise de água na minha empresa?

A água é um recurso necessário para a sobrevivência de qualquer ser vivo e é utilizada para vários fins.
Cerca de 80% do organismo humano é composto por água, e a ingestão de água potável é fundamental para a conservação da saúde. Contudo, como diversos compostos químicos ou micro-organismos podem estar presentes na água, e se ela não for tratada, pode oferecer riscos a saúde de quem a consome.

Análise de potabilidade da água na empresa

Mas como saber se a água realmente está adequada para o consumo? No post de hoje, vamos falar sobre a análise de água para potabilidade e sua importância no ambiente empresarial. Acompanhe-nos e saiba mais!

 

O que é a análise de água para potabilidade?

No Brasil a Portaria 2.914 de 12 de dezembro de 2011 (agora incorporada pela PRC n° 5, de 28 de setembro de 2017, Anexo XX.). dispõe sobre os procedimentos de controle e de vigilância da qualidade da água para consumo humano e seu padrão de potabilidade.

Empresas de saneamento que realizam tratamento e distribuição de água para rede pública como SABESP por exemplo ou para as que utilizam sistemas alternativos de abastecimento (válido também para pessoa física que utiliza poços, etc) devem obrigatoriamente avaliar a qualidade da água conforme os parâmetros e limites definidos na portaria.

A água potável apresenta características específicas que a tornam adequada ao consumo. Essas características constituem o chamado Padrão de Potabilidade. Toda água que é destinada ao consumo deve seguir os padrões de qualidade estabelecidos pelo Ministério da Saúde.

Quando se fala em verificar a potabilidade água, quer dizer que ela será analisada para saber se é seguro consumi-la e se a sua ingestão não implicará em riscos para o consumidor.

É importante verificar junto a seu estado ou cidade se estes possuem legislações específicas.

Por que a análise de água deve ser feita na minha empresa?

Apesar da qualidade da água ser de responsabilidade das Companhias de Saneamento ou dos sistemas alternativos de abastecimento, ela pode sofrer algumas alterações químicas ou microbiológica, devido as más condições do sistema hidráulico ou falta de higienização das caixas d’água, que frequentemente ficam longos períodos sem limpeza.

A recomendação é que se realize a limpeza das caixas d’água e que se realize a análise da qualidade por laboratórios especializados, garantindo assim, a saúde e o bem-estar das pessoas que a consomem.

Como é realizada a análise da água?

A água é coletada conforme um plano de amostragem definido previamente e é encaminhada ao laboratório que avalia parâmetros microbiológicos e físico-químicos, comparando com os limites especificados pela legislação vigente. Após a finalização das análises a empresa recebe um relatório de ensaio contendo os parâmetros avaliados e assim pode tomar as medidas necessárias caso algum parâmetro esteja fora do recomendável.

Postagens Similares:

Limpeza de caixa d’água: 9 passos para fazer do jeito certo

Compartilhe esta notícia!

Comentários (2)

  • Antonio Sérgio Responder

    Li a portaria 2914 e ainda tenho dúvida.
    É obrigatório que as empresas (industria gráfica) façam análise da potabilidade da água, ou apenas as que fazem o tratamento e distribuição para o município(ex.:SABESP)?
    Se sim, onde diz sobre a obrigatoriedade?

    Agradeço se puderem responder

    Antonio Sérgio

    15/09/2017 at 2:53 pm
    • Lbn Análises Responder

      Boa tarde Antonio,

      Caso você possua um sistema alternativo de abastecimento (poço por exemplo) deverá sim seguir as exigências da Portaria 2914, caso contrário a responsabilidade pela qualidade da água é da companhia de abastecimento, no seu caso a SABESP.

      26/09/2017 at 11:04 am

Deixe seu comentário

Your email address will not be published.